Papo Maternativa

Caras Maternativas: precisamos falar de luta por creches

Leia mais
Por Fernanda Favaro* Abro minha página no Facebook e olho minha foto de perfil: eu mesma, com coisa de meses de idade, me lembrando que já fui um bebê. Há pouco mais de 10 dias, eu e muitas outras pessoas trocamos as fotos de perfil nas redes sociais em “comemoração” ao Dia das Crianças, 12 de outubro. É como se, em outubro, e pelo menos no mundo digital, a gente ganhasse um empurrãozinho extra pra pensar mais no ser criança, incluindo o que mora dentro da gente. Mas, por ter trabalhado uma boa parte da minha vida com direitos da infância,...

Leia mais

Papo Maternativa

Um movimento, muitas línguas – parte 1

Leia mais
Por Fernanda Favaro* No meu último post, eu fiz um apanhado sobre a presença e importância crescente das mães empreendedoras no mundo. Hoje, apresento o primeiro de dois posts sobre algumas das redes que têm me chamado mais a atenção em meu processo de pesquisa sobre o empreendedorismo materno internacional, seja pela proposta de trabalho, pelas sacadas ou pelo chamado ao empoderamento feminino. Acho importante dizer que minha lista vai deixar de fora muitas redes bacanudas desse mundão. É que fica difícil não puxar a sardinha pros países falantes de inglês, português, italiano e espanhol, que são algumas das línguas com as quais a gente tem maior familiaridade. Fico...

Leia mais

Papo Maternativa

Sobre e-mail marketing – parte1

Leia mais
Por Marina Ribeiro* Por conta de um post no Facebook do Maternativa que perguntava sobre e-mail marketing, resolvi dividir a experiência que tenho neste assunto e vou contar a história desde o começo, lá em meados dos anos 90, quando eu tinha minha bebê na faixa de 01 ano. Mãe solo, trabalhava full time em uma multinacional e à noite frequentava as aulas de pós graduação em marketing empresarial. Tenho saudades. Foi um tempo muito gostoso, de muito trabalho, mas faria de novo! Em uma destas aulas, a professora trouxe uma profissional de marketing direto para nos fazer uma palestra. Era...

Leia mais

Sem classificação

Quer ganhar dinheiro? Colabore! [Parte 2]

Leia mais
Por Thaiz Leão* A vida é feita de várias coisas, dentro e fora do nosso controle... mas nós, de dentro pra fora, do eu aos outros: somos a ferramenta daquilo que nos importa. Talvez, talvezzz, esteja na hora de parar, refletir e começar a conscientemente se importar com as coisas certas, mesmo que isso canse (ainda mais se isso cansa). Como já havia dito, no primeiro artigo dessa série, o que realmente importa é a vida, por isso tudo-tudo-tudo deve ser feito com o intuito de dar continuidade ao desenvolvimento pleno, sadio e democrático dela. E a vida (lá vou eu de novo...) é...

Leia mais

Papo Maternativa

Disruptivo

Leia mais
Por Marina Ribeiro* Sei que nada será como antes, amanhã. Milton Nascimento Boomers foram criados para “se estabelecer”. A mulher nascida até a década de 60 deveria crescer, casar e ter filhos. O homem, crescer, encontrar um emprego, no qual permaneceria, se fosse competente e tivesse sorte, o resto de sua vida. Era uma geração de um casamento, um emprego, muitos filhos. As mulheres não tinham carreira. Seriam professoras, desde que isso não atrapalhasse o casamento. Manter o casamento saudável era a função primeira a que ela se dedicava. Os filhos eram a segunda ocupação principal. Faz um certo sentido, uma vez que...

Leia mais

Papo Maternativa

Façamos!

Leia mais
*Por Fernanda Favaro Pesquisar sobre o empreendedorismo materno no mundo dá vontade imediata de cantar uma parodiazinha tosca da música Façamos (Vamos Amar), versão de Chico Buarque para Let´s Do It, de Cole Porter: “Mães lá da Itália, fazem. No Canadá, Reino Unido e EUA, fazem. E na África do Sul, Hungria e Chile? Também fazem!” As mães estão fazendo por toda parte. Empreendendo, conectando-se, trocando conhecimentos e experiências, tecendo a tal economia colaborativa e expandindo o conceito de momtrepreneur – junção espertinha das palavras mom (mãe) e entrepreneur (empreendedora). E, aparentemente - uma vez que ainda não existe nenhuma pesquisa global que comprove esse fenômeno - todas vêm motivadas basicamente...

Leia mais

Papo Maternativa

Quer ganhar dinheiro? Colabore! [Parte 1]

Leia mais
Por Thaiz Leão* Mais que uma tendência bonitinha de consumo, o colaborativismo é a nossa melhor arma contra o grande e impessoal mercado das "grandes marcas". Mas pra não começar com aquele "papo-chato-de-capitalismo", vou falar assim: do jeito que tá, não dá. Ok? - Mas Thaiz, se do jeito que tá não dá como que faz pra ficar bom pra mim que tô aqui na labuta? A gente muda junto amiga(o) ;). Colaborativismo é essencialmente um sistema de colaboração, ou seja, uma rede em que partes individuais trabalham cooperadas, e que fique claro: pra ser colaborativo só é preciso ter a partir de dois...

Leia mais

Papo Maternativa

Baby-boomers na construção do novo mundo

Leia mais
Por Marina Ribeiro* Com qual destas situações você se identifica? Situação 1 Atividade produtiva com o emprego de máquinas simples. Grupos de produtores se organizam e dividem algumas etapas, mas muitas vezes, uma mesma pessoa cuida de todo o processo, desde a obtenção da matéria-prima até à comercialização do produto final. Trabalho realizado em oficinas nas casas dos próprios produtores que dominam muitas (se não todas) as etapas do processo produtivo. Situação 2 Os trabalhadores perdem o controle do processo produtivo, uma vez que trabalham para um patrão (na qualidade de empregados ou operários), perdendo a posse da matéria-prima, do produto final e do...

Leia mais

Papo Maternativa

O ano definitivamente começou

Leia mais
Por Camila Aguiar* E muitas de nós estamos colocando em prática muitas das aspirações e projetos confabulados ainda em 2015, ou até muito antes do ano que passou. Quando a gente planeja, o faz para ter o máximo de acerto na trajetória da nova empreitada, seja lá qual for. E todo o planejamento comprometido e sério, contempla a visita do imponderável durante esta caminhada. Considerar o imponderável não deve ser assustador, ele é parte importantíssima do planejamento destinado ao sucesso. E isso não tem nada de expectativas negativas, mas sim extremamente positivas e reais. Considerarmos as adversidades como parte do caminho de...

Leia mais

Papo Maternativa

A revolução do ventre

Leia mais
Por Camila Aguiar* Quando recebi o convite da Maternativa para ter aqui um espaço para falar com mães empreendedoras, fiquei honradíssima. Afinal, esta rede incrível que se formou pelas mãos, coração e idéias é, sem dúvida, um ganho substancial na luta por conquista de direitos das mulheres no Brasil. Em geral, neste espaço, vou dividir com vocês reflexões sobre questões que compreendem o Empreendedorismo Materno e a Ética. Escolhi este recorte por muitas razões, mas principalmente porque entendo que esta rede, e em nós, as maternas que a compõem, temos em nossas mãos mais do que a transformação individual ou familiar que a nossa iniciativa empreendedora nos traz. Nós...

Leia mais

12